fbpx

A Filarmônica de Paris destacou o método O Passo entre os grandes métodos ativos do mundo

O Passo, método criado pelo coordenador de música do Colégio Sarah Dawsey, Lucas Ciavatta, foi indicado pela Filarmônica de Paris junto a outros métodos ativos, todos eles criados por músicos e educadores europeus: Emile Jaques-Dalcroze, Edgar Willems, Carl Orff, Maurice Martenot e Zoltán Kodály.

Métodos ativos são aqueles que privilegiam uma abordagem global da música através do movimento corporal. Eles surgem a partir do início do século XX, mas seguem um procedimento presente desde sempre em todas as culturas (ditas) populares no mundo: a consciência de que sem a presença do corpo não é possível construir conhecimento musical. 

O método é utilizado nas aulas de música do Colégio Sarah Dawsey e está presente na matriz curricular da Educação Infantil ao Ensino Fundamental I, com projetos nos quais o saber, entender e fazer música são vivências coletivas e acessíveis a qualquer pessoa.

As informações  completas sobre a publicação que destaca o método O Passo estão no site da Filarmônica de Paris: 

https://metiers.philharmoniedeparis.fr/eveil-musical-musique.aspx

Para saber mais sobre O Passo, acesse: 

https://www.institutodopasso.org

Alunos do Colégio Sarah Dawsey durante aula de música utilizando o método O Passo