fbpx

Como congelar alimentos de forma correta

O congelamento de verduras e legumes será essencial durante o período de quarentena para manter uma alimentação saudável e evitar as idas ao supermercado, conservando os alimentos em condições de consumo por mais tempo.       

Para congelar o freezer deve estar a uma temperatura de -180C e os alimentos precisam permanecer ali durante o período mínimo de 12 horas.

REGRAS BÁSICAS PARA CONGELAR:

1.Escolher sempre alimentos de qualidade;

2.Saber que o congelamento apenas mantém características: não melhora seu estado, aparência e sabor;

3.Congelar tudo absolutamente frio;

4.Empilhar embalagens só depois de congeladas.

Embalagem

Os alimentos não devem estar em contato direto com o ar seco e frio do freezer, pois este retira o sabor e a umidade, tornando-os secos e de má qualidade.

As melhores embalagens para fazer o congelamento são os sacos plásticos de polietileno, formas e bandejas de alumínio com tampa descartável, plástico filme e papel alumínio.

Também podemos congelar em potes de vidro, forminhas de gelo e potes herméticos.

Os complementos necessários para ajudar no congelamento são as etiquetas, clipes de fechamento e fitas autoadesivas.

Na hora da embalagem não podemos nos esquecer de colocar a etiqueta com nome do produto, data de congelamento e data de validade.

ALIMENTOS QUE NÃO CONGELAM BEM:

•Frutas para serem servidas ao natural;

•Pudins cremosos;

•Batatas cozidas ou cruas;

•Claras em neve ou cozidas.

Segue abaixo uma tabela de como devemos iniciar o congelamento de alguns alimentos:

CONGELAMENTO DE VERDURAS E LEGUMES

Para congelar legumes e verduras com mais qualidade, recomenda-se, após o cozimento, mergulhar na água gelada (técnica de branqueamento) e, logo após, congelar;

Os alimentos sempre devem ser congelados “al dente”, pois no processo de aquecimento eles terminam de cozinhar;

Nunca congelar um alimento pronto que já tenha sido descongelado.

O QUE PODEMOS CONGELAR?

Grupo do arroz e batata: com exceção do arroz, os alimentos como batata, mandioca, batata doce e inhame devem ser congelados na forma de purê.

Grupo das carnes: todas as carnes podem ser congeladas. Exemplo: se sobrar frango desfiado no almoço, você pode congelar para preparar uma torta salgada outro dia.

Grupo do feijão, lentilha, grão de bico: podem ser congelados temperados (alho, cebola e temperos naturais).

Legumes e verduras: podem ser congelados crus ou cozidos (técnica de branqueamento).

Molho de tomate: pode ser preparado e congelado em potinhos com a quantidade que geralmente é utilizada.

Banana: a banana pode ser congelada em rodelas e utilizada para preparar vitaminas.

ALIMENTOS QUE NÃO DEVEM SER CONGELADOS

– Ovos;

– Verduras folhosas como alface, agrião, rúcula;

– Tomate, pepino, rabanete;

– Molho branco e outros cremes;

– Iogurte;

– Batata inglesa e mandioca sofrem alteração na textura. Se for congelar, o ideal é em meio a preparações como purês, sopas etc.

DESCONGELAMENTO

Os alimentos devem ser descongelados dentro da geladeira. Retirar um dia antes e deixar na refrigeração.

Caso não consiga retirar um dia antes, descongele em banho–maria ou micro-ondas.

Quanto as carnes, planeje a quantidade da semana. Para congelar você deve estimar a quantidade que será utilizada em cada refeição e congelar em embalagens específicas para alimentos.